Comercial
Voltar ao topo

Blog

Motivos para contratar vigilância empresarial terceirizada para a sua empresa

Para exercer a atividade de vigilância de empresas ou vigilância patrimonial deve-se ter autorização da Polícia Federal, que também é responsável pelo controle e pela fiscalização, garantindo que as pessoas que trabalham com segurança privada sejam capacitadas e treinadas em cursos reconhecidos pelos órgãos responsáveis. É preciso que a prestadora de serviço aja dentro da legislação brasileira. 

O Grupo CR é autorizado pela Polícia Federal a executar suas atividades, seus agentes e vigilantes têm cursos de direção defensiva e ofensiva, brigada de incêndios e comprovação de qualificação e proficiência.


 

POR QUE CONTRATAR UM SERVIÇO DE VIGILÂNCIA PATRIMONIAL?

As empresas especializadas em vigilância privada – quando certificadas pela Polícia Federal – contam com profissionais altamente qualificados e aptos a desenvolver atividades relacionadas à segurança patrimonial com agilidade e eficiência. Isso compreende diversas ações integradas que vão desde a prevenção até a ação em caso de sinistro, passando por avaliação de risco e análise de conduta a ser tomada em cada situação.  

 

Toda a atividade de segurança patrimonial visa preservar a vida humana, a integridade, controlar riscos e minimizar possíveis danos ao patrimônio. O ponto principal é prevenir quaisquer ações de terceiros que atentem contra instalações físicas, bens materiais e contra a vida de funcionários ou clientes. A prestadora de serviços deve planejar e oferecer uma solução que atenda a todas as necessidades específicas de cada cliente.

 

De modo geral, são disponibilizados serviços de:

- Vigilância presencial;

- Rondas e supervisão 24 horas por dia, sete dias por semana;

- Análise de risco;

- Avaliação de vulnerabilidades;

- Prevenção de furtos, roubos e outros sinistros;

- Controle de acesso de pedestres e veículos.

Entre outras vantagens de terceirizar esse serviço para a sua empresa, está o fato de que você não precisará se preocupar com relação às questões trabalhistas como férias e acordos salariais.